Uma brilhante variação sobre o cinema de terror

Allison Williams e Daniel Kaluuya, o par central

"Foge", de Jordan Peele

O ator Jordan Peele (que surgiu há poucas semanas na lista das "100 pessoas mais influentes" proposta pela revista Time) estreia-se na realização com um filme desconcertante e magnífico.

Esta é a história de uma jovem branca que vai apresentar aos pais o seu namorado negro: aquilo que começa como uma variação "sociológica" sobre a comédia de costumes vai sendo contaminado pelas componentes bizarras do clássico (apetece dizer: primitivo) cinema de terror.

Daí o efeito paradoxal e perturbante: quanto mais avançamos no labirinto deste mundo assombrado, mais se intensificam as componentes realistas com que são apresentados os sinais de um "banal" racismo quotidiano.

Fundamental é o trabalho dos atores - com destaque para o par central: Allison Williams/Daniel Kaluuya -, superando os estereótipos que os inspiram.

Classificação: **** muito bom

Últimas notícias

Conteúdo Patrocinado

Mais popular

  • no dn.pt
  • Artes
Pub
Pub