PSP detém assaltante de idosas em paragens de autocarros em Lisboa

Um homem que atuava sozinho e um grupo de jovens, uma mulher e dois homens, foram detidos esta semana pela PSP como autores de assaltos a idosas e a jovens, nas zonas da Ajuda, Carnide e Amadora.

No último mês, a PSP da zona da Ajuda começou a receber queixas de assaltos a idosas em paragens de autocarros. O assaltante tinha como alvo preferencial mulheres de alguma idade, que se encontravam sozinhas em paragens de autocarro no período entre as 5:00 e as 6:00. O indivíduo selecionava as vítimas e usava uma arma branca de grandes dimensões para impedir que reagissem. Apontava-lhes a arma ao pescoço e retirava-lhes todos os bens.

Mas após uma investigação da Divisão Criminal da PSP, conseguiu-se identificar o suspeito ao fim de um mês e ligá-lo a vários roubos que ocorreram neste tempo. O indivíduo foi detido e presente ao DIAP de Lisboa para conhecer as respetivas medidas de coação, ficando em prisão preventiva.

A PSP, noutras diligências, conseguiu ainda recuperar os artigos roubados às vítimas e efetuar a respetiva devolução. Em comunicado enviado às redações, a PSP refere não ter dúvidas de que com esta detenção conseguiu pôr cobro ao principal causador de alarme social, que atacava indiscriminadamente vítimas vulneráveis, nesta zona específica de Lisboa.

Jovens assaltavam e humilhavam outros jovens

Esta semana a Divisão de Investigação Criminal da PSP conseguiu desmantelar um grupo criminoso que se dedicava à prática de roubos em Lisboa e na Amadora. Este grupo, constituído por dois homens e uma mulher, tinha como alvos preferenciais jovens e operava maioritariamente em Lisboa e na Amadora.

Após ter recebido uma comunicação que dava conta de um grupo constituído por três suspeitos que acabara de efetuar dois roubos na zona de Carnide, agentes da PSP dirigiram-se de imediato para a zona conseguindo detetar os jovens com as caraterísticas dadas e abordou os mesmos.

Segundo explica em comunicado o Comando Metropolitano de Lisboa, da abordagem foi possível verificar que se encontravam na posse dos bens que haviam sido roubados, aos três lesados dos dois roubos. Realizadas mais diligências a DIC apurou que o primeiro roubo aconteceu junto ao Centro Comercial Colombo, onde através da ameaça de força física, o grupo se apoderou do telefone do primeiro lesado, e que o segundo aconteceu já na Estrada da Luz, sendo as vítimas outros dois jovens, aos quais, para além dos telefones, foram ainda subtraídos dinheiro e cartões pessoais, tendo os suspeitos abandonado as vítimas, após as humilharem e aterrorizarem.

Durante a abordagem foi ainda possível recuperar um outro telefone que constava como roubado numa situação na Amadora. Foi efetuado um reconhecimento pessoal onde este outro lesado reconheceu sem quaisquer dúvidas um dos suspeitos como o autor do seu roubo. Foi-lhe devolvido de imediato o seu telefone.

No comunicado, a PSP explica ainda que o grupo era extremamente organizado e concertado, tendo os seus elementos funções definidas durante o ilícito criminal. O grupo foi presente ao DIAP de Lisboa para primeiro interrogatório e a mulher ficou em prisão preventiva e os restantes com apresentações diárias na Esquadra da sua residência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG