Pai passa a ter licença de 15 dias de parentalidade

Atualmente, a licença de parentalidade para os pais é de 10 dias

O Governo quer aumentar em cinco dias, para 15 dias pagos na totalidade, a licença de parentalidade, segundo a proposta de Orçamento do Estado para 2016 (OE2016) entregue hoje à Assembleia da República.

"Ao nível das prestações de parentalidade, efetivar-se-á o aumento da licença obrigatória do pai de dez para quinze dias úteis, pagos a 100%", afirma o executivo socialista no relatório que acompanha a proposta de OE2016.

Assim, os pais podem gozar de mais cinco dias úteis pagos na totalidade depois de o bebé nascer.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG