Abre em julho novo concurso para jovens agricultores dotado com 43 milhões de euros

Capoulas Santos justificou os atrasos verificados no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR 2020) com o número de candidaturas excecionais recebidas devido aos incêndios

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, anunciou esta quarta-feira, em Lisboa, que o Governo vai abrir um novo concurso para jovens agricultores, dotado com 43 milhões de euros.

Apesar de não adiantar mais pormenores, o governante, que falava durante uma audição parlamentar na Comissão de Agricultura e Mar, referiu que o concurso será aberto em julho.

Durante a segunda ronda de intervenções, Capoulas Santos foi questionado sobre os atrasos verificados no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR 2020), justificando a demora com o número de candidaturas excecionais recebidas devido aos incêndios.

"Entraram no PDR 48 mil candidaturas, só as excecionais [relativas aos incêndios] foram 25 mil, que foram passadas à frente e que já estão encerradas. Estamos, por isso, a tratar dos atrasos do programa", sublinhou.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Patrícia Viegas

Espanha e os fantasmas da Guerra Civil

Em 2011, fazendo a cobertura das legislativas que deram ao PP de Mariano Rajoy uma maioria absoluta histórica, notei que quando perguntava a algumas pessoas do PP o que achavam do PSOE, e vice-versa, elas respondiam, referindo-se aos outros, não como socialistas ou populares, não como de esquerda ou de direita, mas como los rojos e los franquistas. E o ressentimento com que o diziam mostrava que havia algo mais em causa do que as questões quentes da atualidade (a crise económica e financeira estava no seu auge e a explosão da bolha imobiliária teve um impacto considerável). Uma questão de gerações mais velhas, com os fantasmas da Guerra Civil espanhola ainda presente, pensei.