António Costa ausente do debate por opção

Primeiro-ministro estará amanhã no debate quinzenal e deixa as despesas da discussão de hoje aos ministros Pedro Marques e Mário Centeno

O primeiro-ministro António Costa não está nem vai estar hoje presente no debate do Programa Nacional de Reformas e do Programa de Estabilidade. Ao que o DN apurou a ausência do primeiro-ministro é por opção, uma vez que o executivo entende que não é prática o chefe de governo intervir neste tipo de debates.

O executivo pretende que sejam os dois ministros responsáveis pelos documentos (Mário Centeno, pelo Programa de Estabilidade, e Pedro Marques, pelo Programa Nacional de Reformas). Além disso, António Costa está também a fazer a gestão da sua intervenção em sede parlamentar, pois amanhã é dia de debate quinzenal, plenário em que será protagonista.