The Rock critica colegas de 'Velocidade Furiosa'. Verdade ou marketing?

Dwayne "The Rock" Johnson, utilizou a rede social para criticar supostas atitudes de alguns colegas

O antigo lutador de wrestling e agora ator Dwayne "The Rock" Johnson utilizou a rede social Instagram para "desabafar" com os seus seguidores sobre alguns dos seus colegas no oitavo filme da saga Velocidade Furiosa.

The Rock começa por dizer que esta é a última semana de filmagens e que não há nenhuma outra saga de filmes que o ponha a "fervilhar" como Velocidade Furiosa. A raiva parece ser direcionada a alguns colegas do sexo masculino que, ao contrário das colegas atrizes, mostram falta de profissionalismo e não se comportam como adultos.

Acrescenta ainda que "esses [que não se sabem comportar] têm, mesmo assim, medo de fazer o quer que seja para mudar isso". No vídeo da rede social, o ator aparece a empurrar um polícia contra a parede.

"Quando virem o filme em abril, se vos parecer que não estou a representar em algumas das cenas e que tenho o sangue a fervilhar têm razões para isso, porque tenho mesmo... No final de contas vai ser bom para o filme e encaixa na perfeição na personagem que estou a representar e fico feliz por isso".

Estas declarações, que fazem parte do vídeo divulgado por Dwayne Johnson, levaram a alguma especulação nas redes sociais acerca de uma possível ação de marketing.

Esta seria uma maneira de "incendiar" as redes sociais com comentários sobre um eventual desentendimento do ator com os seus colegas para abrir o apetite para o oitavo filme da saga Velocidade Furiosa, que chega às salas de cinema em abril de 2017.

Segundo o site norte-americano de entretenimento TMZ, a crítica poderá ter sido sobre Vin Diesel. O protagonista dos filmes de Velocidade Furiosa, que também é produtor da saga, terá tomado decisões que não agradaram ao antigo lutador de wrestling. Os dois reuniram-se durante a produção do filme para - alegadamente - resolverem os problemas que dificultavam o trabalho da equipa. Não houve qualquer tipo de resposta por parte de Vin Diesel.

O último filme de Velocidade Furiosa, o sétimo da saga, gerou um lucro de 1,3 mil milhões de euros. Números superiores aos dois filmes anteriores (560 e 708 milhões de euros). Velocidade Furiosa 7 foi, recorde-se, o último filme de Paul Walker, que morreu em 2013 num acidente de carro.

Dwayne Johnson trabalhou com Vin Diesel, Scott Eastwood, Chris "Lucadris" Bridges, Kurt Russel, Lucas Black e Tyrese Gibson na produção do oitavo filme da saga. Até à data, só Tyrese Gibson respondeu à crítica feita por The Rock numa publicação na rede social Instagram - apagada momentos depois -, a afirmar que as críticas de The Rock não lhe eram dirigidas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG