Sair à noite com os amigos e gastar 15 mil euros? "Fazes uma vez para saber como é"

Antigo futebolista Álvaro Dominguez está a preparar um livro para aconselhar antigos atletas. Em entrevista ao "El Mundo" revelou alguns dos seus excessos e falou da responsabilidade no pagamento de impostos

"Saí uma noite com amigos e no final tinha uma fatura de 15 mil euros. É normal que quem leia isto ache que sou estúpido. Mas isto é uma coisa que fazes uma vez na vida para saber como é, mas tens de te lembrar que esta não é a realidade". O episódio recordado pelo antigo futebolista Álvaro Dominguez serve para explicar ao jornalista do El Mundo como se gasta um milhão de euros.

O ex-atleta do Atlético de Madrid e do Borussia Mönchengladbach, retirou-se dos relvados aos 27 anos devido a lesão e prepara agora um manual para ex-jogadores onde dá conselhos de como gastar dinheiro sem se arruinarem. Dominguez admite, no entanto, que quandos e é jovem e não se tem dinheiro, de repente ver milhares de euros na conta, não é fácil.

Daí que o desejo de cada jogador seja comprar "carros cada vez mais caros, relógios cada vez maiores". "Quando és futebolista não dás valor ao dinheiro", acrescentou, na entrevista. O próprio jogador conta que teve de vender património, depois de ter abandonado os relvados. Agora espera dedicar-se à representação, embora não deixe de lado um cargo de dirigente desportivo, ou uma carreira ligada à nutrição.

Sobre a gestão fiscal do património dos jogadores de futebol, Álvaro Dominguez não tem dúvidas que o assessor fiscal só comete um crime com o conhecimento do jogador. "Um jogador sabe perfeitamente o que o seu assessor fiscal está a fazer", disse. Recorde-se que jogadores como Cristiano Ronaldo e Messi estão a braços com a justiça espanhola por alegada fuga ao fisco.

Ler mais

Exclusivos