Emma Thompson recusou encontro com Donald Trump

"Que tal jantarmos um dia destes?", terá perguntado o atual presidente dos EUA. "Apenas respondi que depois lhe dava uma resposta. Desliguei o telefone e nunca lhe devolvi a chamada", contou a atriz

Emma Thompson estava envolvida nas gravações de "Escândalos do Candidato", filme de 1998 realizado por Mike Nichols e no qual contracenou com John Travolta. Foi nessa altura que Donald Trump se quis encontrar com a atriz. "Ele convidou-me para sair", contou a própria em entrevista a um talkshow da televisão sueca conduzido por Fredrik Skavlan. "Querem ouvir o que se passou?", perguntou de seguida ao apresentador. "Vou contar a história, é bastante engraçada".

Emma Thompson, de 57 anos, narrou então que num determinado dia, durante as filmagens, que acabaria por ser nomeado para dois Óscares, o seu telefone tocou. "Tinha acabado de me divorciar [do ator Kenneth Branagh]", explicou. "Atendi e ouvi: 'Olá, daqui é Donald Trump'", recordou a atriz.

O atual presidente dos Estados Unidos ter-lhe-á oferecido então alojamento nas Trump Towers. "São confortáveis", terá dito, segundo contou a atriz.

A artista britânica questionou então Trump sobre as razões da oferta. "Poderíamos dar-nos muito bem. Que tal jantarmos um dia destes?", respondeu ele. A atriz terminou recordando que, sem saber o que fazer, garantiu que "lhe dava uma resposta". "Desliguei o telefone e nunca lhe devolvi a chamada".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG