A Educação não tem de parar nas férias de verão

Depois de 2 anos com desafios gigantes para toda a comunidade educativa, estamos a chegar ao final de mais um ano letivo para todas as valências de ensino e as grandes férias de verão estão a chegar. Apesar de as escolas estarem a terminar o ano letivo, a educação não tem de parar, nem temos de deixar de ter mais aprendizagem durante este período de pausa de verão.

As aprendizagens podem continuar de forma leve, divertida, colaborativa e tendo em conta a velocidade de cada um. A verdade é que, hoje em dia, é possível que a educação continue, mesmo durante o período do verão. E é aqui que entra a tecnologia. Durante o período da pandemia, foram, justamente, as soluções tecnológicas que permitiram que os processos educativos pudessem continuar, mesmo que de forma diferente do habitual, para minimizar a perda de aprendizagens.

Atualmente, as plataformas digitais podem manter vivos os processos de aprendizagem mesmo durante as férias, promovendo a colaboração por via digita. À distância de um clique, seja de forma síncrona ou assíncrona, em trabalhos de equipa (entre alunos ou de alunos e professores) ou mesmo a solo, as aprendizagens podem continuar o seu rumo, contribuindo também para uma preparação mais robusta do próximo ano letivo.

Utilizando a tecnologia e aplicando o conceito de micro-learning, podemos, durante o período das férias de Verão, programar, através das plataformas, a realização de alguns projetos, através da utilização de inquéritos e pesquisas. Além disso, é possível ter feedback colaborativo entre equipas para fomentar uma aprendizagem ativa entre pares.

Estimular a utilização de inquéritos promove a envolvência da comunidade escolar no processo de aprendizagem. Um feedback construtivo é fundamental para qualquer projeto de aprendizagem e, quando é feito por pares, estimula a colaboração, empatia e pensamento crítico, competências que são fundamentais nos dias de hoje.

A educação não é uma corrida e sim um processo. E os grandes processos são feitos de pequenos passos contínuos. Chegamos assim ao novo ano letivo com uma série de aprendizagens feitas, de forma leve e divertida de forma ativa, experimentada e apreendida. Para que o futuro da educação seja, também ele, cada vez mais sólido e produtivo.

Filipa Lemos Cristina, Country Manager da Kinderpedia Portugal

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG