Sismo de magnitude 5,9 abala região de central nuclear iraniana

O tremor de terra não provocou vítimas e não afetou a atividade da única central que pertence atualmente ao Irão

Um sismo de magnitude 5,9 abalou esta quinta-feira a região de Bouchehr, no sul do Irão, onde se situa a única central nuclear iraniana, mas não há registo de vítimas ou danos, noticiam os media iranianos.

Segundo o centro sismológico iraniano da Universidade do Teerão,

o epicentro do sismo, sentido às 11:04 (07:34 em Lisboa), situa-se na região pouco habitada de Kaki, a cerca de 80 quilómetros da central nuclear de 1.000 megawatts, a única que o Irão tem atualmente

"O sismo não afetou as atividades da central", disse o responsável da central de Bouchehr, Mahmoud Jafari, segundo o canal Telegram da televisão do Estado.

Segundo o responsável pelas urgências do país, citado pelos media locais, o sismo não fez qualquer vítima.

Desde novembro do ano passado o Irão tem sentido um aumento da atividade sísmica, com vários tremores de terra de magnitude superior a 5,0.

O sismo não provocou danos de relevo

A 12 de novembro, um sismo de magnitude 7,3, fez 620 mortos e mais de 12.000 feridos na província de Kermanshah (oeste), além de oito mortos no Iraque.

A 20 de dezembro, uma mulher e uma menina morreram num movimento de pânico provocado por um sismo de magnitude 5,2 sentido em Teerão, cidade com 8,5 milhões de habitantes.

O sismo não provocou danos de relevo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG