São 900 milhões. "Febre" da lotaria atinge Estados Unidos

As probabilidades de ganhar este prémio são de um para 292,2 milhões

É um recorde: o prémio da lotaria norte-americana Powerball atingiu os 900 milhões de dólares (826 milhões de euros), a maior quantia jamais sorteada no país. E as vendas de bilhetes continuam a subir a ritmo acelerado, segundo a organização.

As probabilidades de ganhar este prémio são de um para 292,2 milhões, segundo o sítio 'online' da Powerball, estimativa que não impediu os norte-americanos de gastarem cerca de 277 milhões de dólares (cerca de 254 milhões de euros) até agora, na lotaria.

O sorteio vai ser realizado na última hora de hoje e os organizadores esperam que ao longo do dia se arrecadem mais 400 milhões de dólares em todo o país.

Devido às escassas probabilidades de acertar na sequência dos seis números que compõem o prémio, o sorteio já se realizou 18 vezes desde novembro do ano passado sem que tenha havido um vencedor, aumentando o valor para o sorteio seguinte.

Se ninguém ganhar esta noite, estima-se que o total atinja os 1.300 milhões de dólares (1.193 milhões de euros) no próximo sorteio, segundo a Associação de Lotaria Multiestatal, que gere o jogo Powerball.

Quem acertar, pode escolher entre receber o dinheiro de uma só vez, o que implica impostos muito elevados, ou em parcelas anuais ao longo de 30 anos.

A lotaria Powerball joga-se em 44 estados dos Estados Unidos, em Puerto Rico e nas ilhas Virgens. Na Europa, por exemplo, o Euromilhões tem um valor máximo de 190 milhões.

Em março de 2012 a lotaria Mega Millions repartiu 656 milhões de dólares, o maior prémio da história do país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG