Salvini: o governo acabou, são precisas novas eleições

Vice-primeiro-ministro afirmou que não é possível manter a maioria parlamentar.

O líder do partido da extrema direta italiana Matteo Salvini afirmou esta quinta-feira que o atual governo, do qual ele é vice-primeiro-ministro, já não tem maioria parlamentar pelo que o país deverá ir para eleições "o quanto antes".

Salvini afirmou ter dito ao primeiro-ministro, Giuseppe Conte, que que são insanáveis as divergências na coligação governativa, pelo que a aliança entre o movimento 5 Estrelas e o seu partido Liga colapsou. "Devemos quanto antes devolver a escolha aos eleitores", acrescentou, em comunicado citado pela Reuters.

O líder da Liga afirmou ainda que o Parlamento italiano deve reunir em plenário na próxima semana para realizar os passos necessários à marcação de eleições.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG