Roubaram a obra de Banksy em homenagem às vítimas do Bataclan

Era uma jovem de expressão triste e estava pintada numa das portas de emergência da sala de espetáculos. Obras do artista chegam a valores da ordem de um milhão de euros

Banksy pintou uma jovem de expressão triste numa das portas de emergência do Bataclan em homenagem às vítimas do atentado terrorista de 13 de novembro de 2015, onde 90 pessoas foram assassinadas por terroristas ligados ao Estado Islâmico. Mas a imagem foi roubada durante a noite de sexta-feira por "um grupo de indivíduos encapuzados que usaram rebarbadoras", informou a agência de notícias AFP, citando uma fonte próxima da investigação.

O trabalho do artista britânico foi cortado e removido e depois levado num camião, informaram as autoridades.

"Hoje estamos cheios de um profundo sentimento de indignação", lê-se no tweet que tem como imagem de fundo a obra de Bansky.

"A obra de Banksy, símbolo de recolhimento e pertença de todos: parisienses, cidadãos do mundo, foi-nos tirada", diz ainda o tweet.

A arte de Banksy tornou-se extremamente popular e procurada. Uma parte de um dos seus trabalhos que apareceu numa garagem no Reino Unido foi recentemente vendida por um particular por um valor "de seis dígitos", recorda a BBC.

Em outubro de 2018, Banksy ocupou os noticiários depois de uma de suas pinturas - "Girl With Baloon" - ter sido vendida por mais de 1, 2 milhões de euros. Foi licitada durante um leilão da Sotheby's em Londres - apesar da obra se ter autodestruído a seguir. A moldura escondia uma destruidora de papel, que foi ativada nesse momento.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG