Passos felicita Rajoy: "Espero que a vontade dos espanhóis possa ser respeitada"

O ex-primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, enviou mensagem ao líder do Partido Popular.

"Quero felicitar-te vivamente pela vitória eleitoral alcançada nas eleições gerais. Espero, sinceramente, que a vontade dos eleitores espanhóis possa ser respeitada e que, nessa medida, possas ser bem sucedido na formação do novo governo", diz a mensagem que Passos Coelho enviou a Mariano Rajoy.

O partido do primeiro-ministro espanhol venceu as eleições legislativas, mas perdeu a maioria absoluta (teve 28,7% dos votos e elegeu 122 deputados). Precisará agora negociar para garantir que tem um governo estável, sendo que a única aliança a dois que permite a maioria é com o PSOE (que teve 22% dos votos e elegeu 90 deputados).

Na teoria, poderia ocorrer a Rajoy o mesmo que aconteceu a Passos: apesar da coligação Portugal à Frente ter sido a mais votadas nas eleições portuguesas, uma união dos partidos à esquerda derrubou o governo no Parlamento e abriu caminho à nomeação de António Costa como primeiro-ministro.

Em Espanha, o Podemos foi a terceira força mais votada, com 20,6%, elegendo 69 deputados. O Ciudadanos (centro-direita) ficou em quarto, com 13,9% (40 deputados).

"Formulo, ainda, os melhores votos para que a recuperação económica e social que soubeste colocar em marcha em tempos de tão grandes dificuldades, como pude testemunhar de muito perto, possa agora prosseguir e aprofundar-se sob a tua liderança", dizia ainda a mensagem de Passos.

O líder da oposição lembra que "a estabilidade política aliada a uma agenda reformista orientada para a criação de emprego e de riqueza é seguramente um resultado muito importante para os cidadãos dos nossos dois países", despedindo-se com uma "saudação amiga e com grande estima".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG