O mais longo voo comercial passa por dez fusos horários

Os 14 535 quilómetros entre Doha, no Qatar, e Auckland, na Nova Zelândia, passaram a ser ligados a partir de ontem pela Qatar Airways

Os dez fusos horários e 14 535 quilómetros entre Doha, no Qatar, e Auckland, na Nova Zelândia, foram ontem ligados pelo mais longo voo comercial da Qatar Airways.

Segundo dados da própria companhia aérea, as 16 horas e 23 minutos da viagem deram tempo para servir 1100 taças de café e chá, 2000 bebidas frias e 1036 refeições, com quatro pilotos e 15 comissários e hospedeiras a bordo.

O voo inaugural teve direito a canhões de água à chegada à cidade neozelandesa e a aproximação à pista e aterragem foram filmadas por um homem do cinema, Tony Monk, conhecido pelo seu trabalho na fotografia e direção fotográfica na trilogia Senhor dos Anéis, que foi filmada na Nova Zelândia.

Para poder chegar aos antípodas, na que é agora a mais longa rota em funcionamento, terá de desembolsar entre 1217 e os 8407 euros, a partir de Doha.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG