Japonês de 112 anos é o homem mais velho. Segredo é nunca perder o sorriso

Chitetsu Watanabe recebeu o título do Guinness e afirma gostar muito de doces, com o sorriso permanente a ser o seu segredo para a longevidade. Trata-se do título masculino: a mulher e pessoa mais velha do Mundo é também japonesa e tem 117 anos.

Um japonês de 112 anos foi coroado o homem mais velho do mundo e diz que o sorriso é a chave para a longevidade.

Chitetsu Watanabe, nascido em 5 de março de 1907, em Niigata, norte de Tóquio, recebeu oficialmente o título na casa de repouso onde vive na capital japonesa, informou o Guinness World Records esta quarta-feira, segundo a AFP.

O recordista anterior, Masazo Nonaka, também japonês, morreu no mês passado aos 112 anos e 266 dias.

Watanabe, que é casado e tem cinco filhos, disse que o segredo da longevidade é "não ficar com raiva e manter um sorriso no rosto". Admitiu uma propensão para comer doces, como pudim, mas isso parece não ter feito mal à sua saúde.

Criado numa família de agricultores, Watanabe mudou-se para Taiwan aos 20 anos, onde trabalhou numa refinaria de açúcar durante 18 anos, antes de regressar ao Japão após o fim da II Guerra Mundial. Tem 12 netos e 16 bisnetos.

A pessoa viva mais velha também é japonesa, Kane Tanaka, uma mulher de 117 anos.

O Japão tem uma das maiores esperanças de vida do mundo e foi o lar de várias pessoas reconhecidas como as pessoas mais velhas que já viveram. Incluem Jiroemon Kimura, o homem que viveu mais tempo, que morreu logo após o 116º aniversário em junho de 2013.

A pessoa mais velha, verificada, de todos os tempos - Jeanne Louise Calment, de França - morreu em 1997 aos 122 anos, segundo o Livro do Guinness.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG