Presidente filipino dedica canção de amor a Donald Trump

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, com o homólogo norte-americano, Donald Trump

"Você é a luz do meu mundo", cantou Rodrigo Duterte ao presidente norte-americano, num dueto com a diva filipina Pilita Corrales. A música foi a pedido de Donald Trump

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, cantou uma famosa canção de amor ao homólogo norte-americano, durante uma gala em Manila para líderes de toda a Ásia, admitindo depois que tinha sido a pedido de Donald Trump.

Ambos os presidentes participavam este domingo na cimeira anual, que reuniu 19 líderes quando, a certa altura, Duterte agarrou no microfone e cantou: "Você é a luz do meu mundo, metade do meu coração", em dueto com a diva filipina Pilita Corrales. "Senhoras e senhores, cantei sem ser convidado, às ordens do comandante em chefe dos EUA", justificou.

Duterte, que tem sido apelidado de "Trump do Este", por causa do seu estilou impulsivo, deverá reunir com Trump esta segunda-feira, à margem da cimeira. Os Estados Unidos e sua antiga colónia, as Filipinas, foram aliados estratégicos desde a Segunda Guerra Mundial. As suas relações, no entanto, têm sido tensas devido às posições pró-Rússia e pró-China da parte de Duterte.

Mais de 3.900 filipinos foram mortos na "guerra" contra drogas que Duterte declarou quando assumiu o cargo no ano passado. O governo diz que a polícia atua em defesa própria, mas os críticos dizem que são execuções sem responsabilidade.

Duterte afirmou na semana passada que dirá ao presidente dos Estados Unidos que se "demita" se ele levantar a questão dos direitos humanos quando se encontrarem. Mas Trump, que foi criticado em casa por negligenciar questões de direitos humanos no exterior, elogiou Duterte em maio por fazer um "trabalho inacreditável no problema da droga".

Com Reuters

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Mundo
Pub
Pub