Premium Governo pressiona May para rejeitar Brexit sem acordo

Theresa May pode ficar sem dezenas de membros do governo se não ceder à reivindicação de dar liberdade de voto a emendas que impeçam a saída do Reino Unido sem acordo. A economia continua a dar sinais de que se aproxima um desastre.

Um dia depois de o plano B de Theresa May ter sido apresentado e desmascarado como o plano A, mas com uma atitude dialogante para com os partidos da oposição, a primeira-ministra enfrenta forte oposição no interior do governo. A ministra do Trabalho Amber Rudd advertiu May que dezenas de secretários de Estado e ministros podem demitir-se se os deputados conservadores tiverem disciplina de voto nas emendas que irão a votos na terça-feira no sentido de impedir um Brexit sem acordo.

"Amber disse a Downing Street para dar liberdade de voto em nome de muitas pessoas", disse uma fonte ao Times. A ministra argumentou que esta emenda iria fortalecer a posição da governante em Bruxelas e evitar que até um terço dos membros do governo (mais de 130 no total, como pode ver aqui) bata com a porta.

Ler mais