Foi para o hospital com um tubarão agarrado ao braço

Mulher de 23 anos foi mordida uma praia de Boca Raton, nos Estados Unidos da América

Uma mulher de 23 anos foi levada para um hospital no estado norte-americano da Florida depois de ter sido mordida por um tubarão, com o animal ainda agarrado ao braço.

Segundo a agência de notícias France Presse, a vítima foi atacada enquanto tomava banho numa praia de Boca Raton, nos Estados Unidos, por um tubarão-enfermeiro com cerca de 61 centímetros de comprimento. O animal mordeu a jovem no braço direito e, perante o alerta, um outro banhista que a acompanhava socorreu-a e acabou por matar o tubarão, que ficou com os dentes cravados no membro da vítima.

Uma testemunha disse ao jornal norte-americano Sun Sentinel que viu alguns banhistas a incomodar o tubarão e a agarrá-lo pela cauda antes do ataque.

A maioria dos tubarões-enfermeiro tem menos de três metros de comprimento, mas a espécie pode ultrapassar os quatro metros. É comum na costa da Florida e, segundo o Shark Research Institute, que se dedica à investigação das espécies de tubarões, é uma criatura noturna que, na maioria das vezes, se mantém imóvel no chão em áreas costeiras rochosas.

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.