Foi órfã durante 81 anos. Eileen encontrou a mãe e ela ainda está viva

Um genealogista investigou a família de Eileen Macken e descobriu a sua mãe, de 103 anos. Agora Eileen só pensa em ir visitar a progenitora, que vive fora da Irlanda.

A irlandesa Eileen Macken, de 83 anos, cresceu num orfanato e há mais de 60 anos que procurava saber quem era a mãe. No ano passado, no programa de rádio Liveline, a octogenária contou a sua história. Um genealogista contactou-a e pôs-se ao trabalho. Ao fim de quase um ano de investigações, o especialista chegou com a notícia de que tinha localizado a mãe. E que, aos 103 anos, estava viva. "Nem queria acreditar (...) Adorava subir ao topo de uma montanha e gritar para toda a gente", disse em entrevista à RTE.

Eileen Macken explicou que a mãe vive fora da ilha e que o único contacto foi através do telefone. "A minha mãe tem 103 anos e em breve fará 104. Falámos ao telefone mas ela não conseguia ouvir-me. É um pouco como eu, só tenho um ouvido em condições", disse.

Agora pensa em visitar a mãe nas próximas semanas, apesar de ter sido sujeita há pouco tempo a uma operação. "O tempo é essencial."

A irlandesa conta que prometeu aos filhos que estes iriam saber a sua ascendência. "Estava muito transtornada por ainda estar neste planeta e não ter sequer um familiar." Tudo mudou: "Sou a pessoa mais feliz, sou mesmo."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG