Descobriu fotografia do pai nos avisos dos maços de tabaco

Inglesa diz que a imagem de um homem entubado e inconsciente, numa cama de hospital, é do pai, que morreu em 2015

Jodi Charles, de 42 anos, ficou chocada quando descobriu a foto do pai num dos muitos avisos, alguns deles bastante gráficos, dos maços de tabaco.

Diz ter "110% de certeza" de que se trata do pai, David Ross, que morreu em 2015, com 66 anos.

Apesar de ter sido fumador, David Ross morreu de um tipo de cancro no sangue e não de algo relacionado com o tabaco.

Passou dez meses no Basildon University Hospital, em Essex, Inglaterra, em 2014, e esteve ligado a um suporte de vida nos cuidados intensivos em três ocasiões.

Foi nessa altura que Jodi diz ter sido tirada a fotografia que aparece em maços de tabaco por toda a Europa. A imagem mostra um homem inconsciente e entubado, numa cama de hospital.

O hospital e a Comissão Europeia negam que a fotografia seja de David Ross, dizendo que se trata de outra pessoa, mas Jodi Charles, de acordo com o Daily Mail, diz que ainda não recebeu qualquer prova disso.

"A minha filha de 14 anos pegou num maço e disse: 'olha, é o avô'", afirma. "Fiquei horrorizada e percebi, sem qualquer dúvida, que era o meu pai", acrescenta.

A mulher de 42 anos mostrou a fotografia à mãe, que também confirmou tratar-se de David Ross, diz a mesma publicação.

A União Europeia não fornece informações sobre a pessoa que aparece na imagem, para proteger a sua identidade, mas um porta-voz da Comissão afirmou poder dizer "categoricamente que não se trata de David Ross".

"Aproveitamos esta oportunidade para dizer que todos os indivíduos que aparecem nestas imagens foram informados e deram o seu consentimento. Qualquer semelhança é coincidência", acrescentou fonte da Comissão Europeia.

Mas Jodi continua convencida de que se trata do pai e quer que a imagem saia da biblioteca de fotografias utilizadas nos avisos dos maços de tabaco.

Quer também provas de que não se trata do pai. "Se não me deram nada, vou processá-los. É horrível ver o meu pai, que morreu recentemente, num maço de tabaco", diz.

Esta não é a primeira vez que alguém identifica a pessoa da imagem em questão. Em novembro um cidadão espanhol, que foi operado às costas, afirmou que a fotografia era dele, mas pelo menos mais quatro pessoas já disseram ser, ou conhecer, o homem inconsciente e entubado dos avisos dos maços de tabaco.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG