Áustria. Kurz vence e tem margem para reeditar coligação com a extrema-direita

O Partido Popular austríaco do antigo chanceler Sebastian Kurz ganhou as legislativas antecipadas que se realizaram este domingo na Áustria, com margem suficiente para reeditar a coligação com os ultranacionalistas do FPÖ, segundo as sondagens.

O PP austríaco obteve 37% dos votos, mais 5,5 pontos percentuais do que nas eleições de há dois anos, no seguimento das quais celebrou uma coligação com o ultranacionalista FPÖ.

Este partido, que caiu nove pontos, teve 16,6% dos votos, segundo a agência de notícias austríaca, APA, citada pela congénere espanhola, Efe.

A Áustria votou este domingo em eleições legislativas, depois do colapso em maio da coligação entre conservadores e extrema-direita.

O país de 8,8 milhões de habitantes é administrado desde junho por um governo interino, depois de o escândalo Ibizagate ter levado à demissão do líder da extrema-direita e vice-chanceler Heinz-Christian Strache, à dissolução da coligação ÖVP-FPÖ e à votação de uma moção de censura a Kurz.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG