Pelo menos nove mortos em ataque a hotel na Somália

Há ainda um número indeterminado de reféns. Ataque reivindicado por um ramo da rede terrorista Al-Qaida

Pelo menos nove pessoas morreram e outras 15 ficaram feridas num ataque realizado por rebeldes islamitas somalis 'shebab' contra um hotel na capital da Somália, Mogadíscio, informaram fontes locais, citadas pela agência noticiosa espanhola EFE.

No interior da unidade hoteleira ainda está um número indeterminado de reféns, segundo as mesmas fontes.

A polícia local confirmou que, após a explosão de um carro armadilhado nas imediações do hotel Naasa Hablood, um grupo de homens armados entrou nas instalações da unidade hoteleira.

O ataque já foi reivindicado pelos insurgentes islâmicos somalis 'shebab', que juraram destruir o governo da Somália e que são um ramo da rede terrorista Al-Qaida.

As forças de segurança montaram no local uma operação para tentar libertar os reféns, entre os quais poderá estar algum membro do governo.

O Naasa Hablood é um hotel muito frequentado por políticos e residentes estrangeiros. Está situado na zona norte da capital.

Este ataque acontece pouco mais de três semanas depois de um outro ataque que teve como alvo o hotel Ambassador, também em Mogadíscio. No ataque de 01 de junho morreram 10 pessoas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG