Campeonato da Europa de futsal transmitido pela TVI

A competição decorre de 2 a 13 de fevereiro na Sérvia. Portugal é uma das 12 seleções presentes

O Europeu de futsal 2016 vai jogar-se na TVI e TVI24. Com início marcado para o dia 2 de fevereiro, todos os jogos da seleção nacional serão transmitidos em direto pela estação de Queluz de Baixo, quer no seu canal de informação como também na antena generalista.

"Da fase de grupos vamos dar os jogos da seleção nacional contra a Eslovénia e a Sérvia. Um deles na TVI24 e outro na TVI. Depois se Portugal seguir em frente, como acredito que vai acontecer, os jogos são na TVI. Se por outro lado, não passar, todos os jogos, incluindo quartos-de-final, meias-finais e final, são transmitidos na TVI24", explicou à nossa publicação Rui Pedro Braz, um dos rostos do programa Mais Transferências, que vai ser comentador das partidas. "Vamos ter uma equipa de reportagem na Sérvia, onde acontece esta edição do campeonato da Europa. Será o Pedro Monteiro a ir, cá estou eu e, provavelmente, o Pedro Sousa a narrar os jogos", acrescentou.

De recordar que o futsal tem sido uma aposta estratégica e constante da TVI neste último ano. Após ter transmitido o torneio ibérico Masters Cup, a fase de apuramento para o campeonato do mundo e, mais recentemente, a primeira edição da Taça da Liga conquistada pelo Sporting, segue-se agora o campeonato da Europa de Futsal, cuja competição a seleção das quinas "alimenta legítimas ambições de a poder conquistar". "É, de longe, a modalidade que mais tem crescido em Portugal. É o desporto de pavilhão que está com mais seguidores, neste momento, quer em termos de praticantes, quer em termos de audiências. Tem sido uma aposta ganha da TVI e fico muito contente porque sempre foi a minha modalidade de eleição, a par do futebol", explicou Rui Pedro Braz.

A seleção de Portugal, orientada pelo treinador Jorge Braz, está integrada no grupo A, juntamente com a Eslovénia e a Sérvia, país anfitrião. A estreia no europeu está marcada para o dia 4 de fevereiro, diante da seleção eslovena, pelas 17.30.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A Europa, da gasolina lusa ao palhaço ucraniano

Estamos assim, perdidos algures entre as urnas eleitorais e o comando da televisão. As urnas estão mortas e o nosso comando não é nenhum. Mas, ao menos, em advogado de Maserati que conduz sindicalistas podíamos não ver matéria de gente rija como cornos. Matéria perigosa, sim. Em Portugal como mais a leste. Segue o relato longínquo para vermos perto.Ontem, defrontaram-se os dois candidatos a presidir a Ucrânia. Não é assunto irrelevante apesar de vivermos no outro extremo da Europa. Afinal, num canto ainda mais a leste daquele país há uma guerra civil meio instigada pelos russos - e hoje sabemos, como não sabíamos ainda há pouco, que as guerras de anteontem podem voltar.

Premium

Marisa Matias

Greta Thunberg

A Antonia estava em Estrasburgo e aproveitou para vir ao Parlamento assistir ao discurso da Greta Thunberg, que para ela é uma heroína. A menina de 7 ou 8 anos emocionou-se quando a Greta se emocionou e não descolou os olhos enquanto ela falava. Quando, no final do discurso, se passou à ronda dos grupos parlamentares, a Antonia perguntou se podia sair. Disse que tinha entendido tudo o que a Greta tinha dito, mas que lhe custava estar ali porque não percebia nada do que diziam as pessoas que estavam agora a falar. Poucos minutos antes de a Antonia ter pedido para sair, eu tinha comentado com a minha colega Jude, com quem a Antonia estava, que me envergonhava a forma como os grupos parlamentares estavam a dirigir-se a Greta.