Ellen DeGeneres processada por piada sobre... mamas

Agente imobiliária processa o "Ellen DeGeneres Show", alegando que a anfitriã pronunciou mal o seu nome para fazer uma piada sobre mamas

Em 13 anos de programas em direto, nunca Ellen DeGeneres fez uma piada que levasse um espectador a mostrar-se ofendido publicamente. Tudo mudou na emissão que foi para o ar a 22 de fevereiro (repetida na antena da NBC a 15 de abril), na qual a apresentadora do daytime norte-americano pronunciou erradamente, e de forma propositada, o nome de Titi Pierce. O objetivo? Fazer um trocadilho com a palavra "tit" (inglês para "mama").

A agente imobiliária do estado da Geórgia, EUA, não gostou da piada e, na semana passada, instaurou um processo judicial contra a Warner Bros., produtora do The Ellen DeGeneres Show. Uma vez que a brincadeira aconteceu no segmento What's Wrong With These Signs? (em português, O que está errado com estes cartazes?), durante o qual foi mostrado um anúncio imobiliário com o número de telemóvel de Tity, esta alega ainda ter sido alvo de vários telefonemas "ridículos e abusivos".

Segundo a imprensa americana, são feitas acusações de invasão de privacidade, difamação e desgaste emocional. A queixosa pede ainda que esse segmento do programa não volte a ser exibido. Resta saber qual o montante exigido pela mesma em tribunal.

Pierce alega ainda que DeGeneres a ignorou quando a tentou contactar para corrigir a pronúncia do seu nome e, também, quando lhe pediu que desfocasse o seu número de telefone na emissão que foi repetida em abril.

Um porta-voz da Warner Bros. já veio garantir, publicamente, que Ellen DeGeneres e a sua equipa apenas tentam "fazer as pessoas rir" e que nunca tiveram intenção "de magoar os sentimentos de ninguém".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG