Tancos: Secretas mantém nível de ameaça em moderado - secretária-geral dos serviços

A secretária-geral do Sistema de Informações da República Portuguesa garantiu hoje que o caso do furto de armamento dos paióis de Tancos, há um ano, não fez alterar o nível de ameaça em Portugal, mantendo-se moderado.

"Não foi partilhada connosco elementos que nos levem a reavaliar a situação para aumentar o nível de ameaça em Portugal", afirmou a embaixadora Graça Mira Gomes, numa audição na comissão parlamentar de Defesa Nacional, sobre o caso do furto de armamento, em junho de 2017.

Graça Mira Gomes, que coordena os serviços portugueses, precisou que "o nível de ameaça mantém-se moderado", tendo em conta quer a avaliação feita pelos Serviços de Informação de Segurança (SIS) também através da partilha de informações com organizações congéneres.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG