Seleção portuguesa de sub-21 vence Itália por 3-2 em jogo de preparação

A seleção portuguesa de futebol de sub-21 venceu hoje a sua congénere italiana por 3-2, em jogo de preparação das duas equipas, disputado no estádio António Coimbra da Mota, no Estoril.

Um 'bis' de Diogo Jota, aos 12 e 19 minutos, deixou os sub-21 lusos com uma vantagem de dois golos, os transalpinos ainda reduziram aos 28, por Parigini, mas Diogo Gonçalves, aos 43, deixou Portugal novamente com dois tentos de vantagem (3-1) ainda antes do intervalo.

Na etapa complementar, a Itália reduziu para a diferença mínima aos 59 minutos, por intermédio de Bonazzoli, na conversão de uma grande penalidade, tendo a equipa portuguesa conseguido depois suster o 'pressing' final contrário.

A seleção portuguesa integra o grupo 8 de apuramento para o Europeu de 2019, no qual ocupa o segundo posto, a dois pontos da Bósnia-Herzegovina e menos um jogo, enquanto a Itália é a organizadora da fase final.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.