Dias Da Dança regressam para 35 espetáculos em Porto, Gaia e Matosinhos

O Festival Dias Da Dança (DDD) entra hoje na sua terceira edição para apresentar 35 espetáculos e várias estreias nas cidades do Porto, Matosinhos e Vila Nova de Gaia.

"Este ano está a ser uma grande surpresa, também lançámos a programação do festival mais cedo para haver mais lastro e está a funcionar muito bem, o público está a aderir, já vendemos mais de 400 passes para o festival", disse, na terça-feira, o diretor do festival, Tiago Guedes, que realçou que vários espetáculos estavam já esgotados.

Além das oficinas que estão abrangidas pela secção Pro do festival e que arrancam logo de manhã, o DDD abre às 22:00, com "Brother", de Marco da Silva Ferreira, no Auditório Municipal de Gaia.

Até dia 13 de maio, diferentes espaços das três cidades vão receber nomes como Olga Roriz, Ligia Lewis, Julie Nioche, Carlota Lagido, Mónica Calle, Jean Baptiste-André, Amala Dianor, entre muitos outros.

Na conferência de imprensa de apresentação do programa, no final de março, a organização revelou que o orçamento do festival, este ano, é de 583 mil euros, repartido pelos três municípios, pelas instituições e espaços que acolhem o festival.

O DDD divide-se em quatro secções: "DDD IN" (espetáculos em sala), "DDD Extra" (conjunto de oficinas para todas as idades, 'masterclasses', encontros e conversas), "DDD PRO" (oficinas de longa duração, destinados a profissionais") e "DDD OUT" (espetáculos no espaço público).

O "DDD OUT" conta, entre outros, com o projeto comunitário "Micro Eventos Mais Performance", que é uma parceria da escola profissional Balleteatro e da companhia de teatro espanhola Atalaya, envolvendo elementos da comunidade cigana, cuja apresentação acontece no Dia Mundial da Dança, em 29 de abril, a partir das 14:30, na praça D. João I, no Porto.

O DDD vai ainda receber a estreia do Projeto Educativo em Dança de Repertório para Adolescentes (P.E.D.R.A.), que resulta de "encontros pontuais durante quatro meses com jovens entre os 15 e os 18 anos, com ou sem experiência artística", reunidos em Lisboa, Porto e Viseu, com coreografia de Clara Andermatt.