Xi quer "conversa franca" com Biden sobre questões chave para relação China/EUA

Xi Jinping diz estar preparado para ter "uma conversa franca e profunda" sobre as questões de importância estratégica para os dois países-

O Presidente chinês, Xi Jinping, expressou esta segunda-feira o desejo de manter uma "conversa franca" com o homólogo norte-americano, Joe Biden, na véspera da cimeira do G20, visando melhorar a relação entre as duas potências.

"Estou preparado para ter uma conversa franca e profunda sobre as questões de importância estratégica para a relação entre a China e os Estados Unidos, nos âmbitos global e regional", disse Xi no início da reunião com Biden, na ilha de Bali, na Indonésia.

Por sua vez, Biden mostrou-se disponível para dialogar e afirmou que espera poder evitar o conflito entre Pequim e Washington.

Trata-se da segunda deslocação de Xi Jinping ao exterior, desde janeiro de 2020, no início da pandemia da covid-19, após ter visitado o Cazaquistão e o Uzbequistão, em setembro passado, onde reuniu com o homólogo russo, Vladimir Putin, e participou na cimeira da Organização de Cooperação de Xangai, um fórum de segurança.

Biden e Xi abriram a sua primeira reunião presencial desde que o Presidente dos EUA assumiu o cargo, há quase dois anos, com um aperto de mão, num hotel de luxo, na Indonésia, onde vão participar na cimeira do G20, que reúne os líderes dos países mais desenvolvidos e das principais potências emergentes.

O encontro surge numa altura de tensões renovadas entre China e Estados Unidos, suscitadas pelas divergências em relação à guerra na Ucrânia, a questão de Taiwan e as restrições impostas por Washington à exportação de equipamento para produção de semicondutores para o país asiático.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG