Turquia acusa Grécia de ação hostil por usar sistema de defesa aérea

Fontes do Ministério da Defesa da Turquia consideram que os gregos violaram as regras da NATO.

A Turquia afirmou este domingo que os aviões turcos numa missão no Egeu e no Mediterrâneo Oriental foram alvo do sistema de defesa aérea S-300 da Grécia, acusando o país de uma "ação hostil".

O sistema de defesa aérea grego terá tido na sua mira os F-16 turcos através de sensores enquanto estes realizavam uma missão de reconhecimento a 10 000 pés a oeste da ilha de Rodes na passada terça-feira, segundo fontes do Ministério da Defesa da Turquia citadas pela agência France-Presse (AFP).

As mesmas fontes assinalam que tal configura uma "ação hostil" ao abrigo das regras da NATO.

Ainda assim, os aviões turcos "completaram as suas missões planeadas e regressaram em segurança à sua base".´

A Turquia queixou-se por várias vezes nos últimos meses das ações da Grécia, apontando que são provocatórias e prejudiciais aos esforços de paz.

Os dois vizinhos, membros da NATO, têm disputas de longa data sobre as suas fronteiras marítimas e aéreas, o que resulta em patrulhas quase diárias das forças aéreas e missões de interceção, com principal foco em torno das ilhas gregas próximas da costa turca.

Atenas acusa Ancara de sobrevoar as ilhas gregas, enquanto a Turquia alega que a Grécia coloca tropas nas ilhas do mar Egeu, o que, na sua opinião, representa uma violação dos tratados de paz assinados após as duas guerras mundiais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG