Seul acusa Coreia de Norte de disparos de artilharia contra a zona tampão

Militares da Coreia do Sul emitiram um aviso pedindo à Coreia do Norte que ponha fim aos disparos e que cumpra o acordo estabelecido entre os dois países.

As altas chefias militares da Coreia do Sul disseram esta segunda-feira que a Coreia do Norte fez mais de 130 disparos de artilharia na zona costeira, agravando a situação entre Seul e Pyongyang.

A Chefia de Estado Maior Conjunto disse que os projéteis atingiram o norte da zona tampão criada em 2018 no quadro do acordo entre as duas Coreias com vista a reduzir as tensões militares.

Neste momento não há qualquer indicação de que os disparos da Coreia do Norte tivessem eventualmente atingido a Coreia do Sul ou águas territoriais sul coreanas.

Da mesma forma não foi fornecido qualquer detalhe sobre quando foram efetuados os disparos de artilharia da Coreia do Norte.

Mesmo assim, os militares da Coreia do Sul emitiram um aviso verbal pedindo à Coreia do Norte que ponha fim aos disparos e que cumpra o acordo estabelecido entre os dois países.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG