Polícia investiga novo tiroteio no metro de Nova Iorque mas sem feridos

Novo tiroteio na cidade em menos de uma semana põe as autoridades em alerta. Ao contrário do que aconteceu na terça-feira, desta vez não há registo de feridos.

A polícia de Nova Iorque está a investigar um novo tiroteio ocorrido na madrugada deste sábado no metro da cidade norte-americana, mas sem registo de feridos, dias depois de ter ocorrido um incidente de contornos quase idênticos.

Segundo os meios de comunicação social locais, o tiroteio aconteceu na linha 4 do metro nova-iorquino por volta das 00h50 locais (04h50 em Lisboa).

As autoridades policiais ainda não conseguiram precisar o local exato onde ocorreu o incidente, mas admitem que terá acontecido perto da estação localizada na Burnside Avenue, onde foram encontradas várias cápsulas de bala.

Os suspeitos serão, segundo relatos recolhidos no local, um homem e uma mulher, com cerca de 20 anos e de origem hispânica, que estão em fuga.

Embora estivessem passageiros no metro no momento do tiroteio, as autoridades informaram que ninguém ficou ferido. Este incidente acontece dias depois do metro nova-iorquino, mais especificamente no bairro de Brooklyn, ter sido cenário de um outro tiroteio.

Na terça-feira de manhã, um homem lançou granadas de fumo e disparou dezenas de tiros num comboio cheio de passageiros, em plena hora de ponta, atingindo dez pessoas, nenhuma das quais gravemente. O suspeito do tiroteio, Frank James, de 62 anos, foi detido em Manhattan na quarta-feira, um dia após o ataque, e foi colocado em prisão preventiva sem fiança.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG