Gabrielle Petito. O misterioso desaparecimento que está a intrigar os EUA

Gabrielle Petito embarcou numa aventura de auto-caravana ao longo dos EUA com o namorado. Ele voltou, ela não

As autoridades americanas lançaram uma operação massiva de busca por uma jovem de 22 anos que desapareceu misteriosamente durante uma viagem com o namorado, agora declarada uma "pessoa de interesse" pela polícia, num caso que está a levantar grande atenção mediática no país.

Gabrielle "Gabby" Petito deixou o emprego para embarcar numa aventura de auto-caravana ao longo dos EUA com o namorado, Brian Laundrie, de 23 anos, documentando a sua jornada num conjunto de publicações aparentemente idílicas no Instagram.


No entanto, para surpresa de todos os que os conheciam e seguiam as suas publicações, há duas semanas, Brian Laundrie voltou para casa em North Port, Flórida, sozinho, na caravana de Petito. Dez dias depois, a família da jovem denunciou o desaparecimento de Gabby à polícia. Mas Laundrie tem-se recusado a cooperar com a polícia.

"Compartilhamos a frustração com o mundo", disse o chefe da polícia de North Port, Todd Garrison, esta quinta-feira, perante os repórteres que tentam entender o que está por detrás deste intrigante desenlace.

"Duas pessoas viajaram, só uma voltou e a que voltou não nos dá nenhuma informação sobre o que aconteceu", acrescentou.

O casal embarcou na sua jornada ao longo dos EUA em julho, saindo de Nova Iorque e publicando fotos de paisagens magníficas, alegremente sorridentes ao lado da auto-caravana.

Discussões e lágrimas

Entre as pistas soltas, está, no entanto, uma chamada a que a polícia de Utah respondeu, em agosto, sobre episódio de "violência doméstica" a envolver o casal de namorados.

Imagens da câmara corporal da polícia publicadas pelos media dos EUA mostraram Gabby Petito, perturbada, a relatar aos agentes que teve uma discussão com Brian.

Em conversa com um agente após a auto-caravana ter sido parada, Petito foi filmada a chorar e a dizer que lutava com problemas de saúde mental.

Perante a polícia, a jovem disse ter dado um estalo em Brian depois de uma discussão, mas acrescentou que não queria fazer mal ao namorado. "Estamos apenas a ter uma discutissão esta manhã, alguns problemas pessoais", disse Gabrielle. "Ele não me deixou entrar no carro antes ... disse que eu precisava de me acalmar."

Brian Laundrie disse à polícia que Petito tentou tirar-lhe as chaves da auto-caravana e que a empurrou antes de Gabby o agredir com o telemóvel. O agente policial decidiu que nenhuma acusação seria registada, mas ordenou o casal a passar uma noite separado até se acalmarem.

Petito comunicou com os pais pela última vez no final de agosto, quando o casal estava na área do Parque Nacional de Grand Teton, em Wyoming, disse a família.

"A nossa linda filha de 22 anos está desaparecida e a única pessoa que pode ajudar a encontrar Gabby recusa-se a ajudar", lamenta a família, em comunicado.

A mãe e o padrasto de Petito "imploram a Brian que coopere e pelo menos diga se estamos a procurar na área certa".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG