Autor de ataque em hospital nos EUA indiciado por tentativa de homicídio

O caso aconteceu na sexta-feira à tarde, quando um homem esfaqueou um médico e duas enfermeiras no serviço de urgências do Hospital Encino, no vale de San Fernando, sul da Califórnia.

O homem que esfaqueou na sexta-feira um médico e duas enfermeiras num hospital nos Estados Unidos foi indiciado de tentativa de homicídio, revelaram este sábado as autoridades norte-americanas.

O autor do incidente foi identificado como Ashkan Amirsoleymani, de 35 anos, indiciado com três acusações de tentativa de homicídio, noticiou a Associated Press, citando a polícia de Los Angeles, na Califórnia.

O caso aconteceu na sexta-feira à tarde, quando um homem esfaqueou um médico e duas enfermeiras no serviço de urgências do Hospital Encino, no vale de San Fernando, sul da Califórnia.

O homem permaneceu no interior do centro médico mais de duas horas, tendo sido chamada uma equipa de intervenção, que acabou por detê-lo.

Os feridos foram levados para um centro de trauma em estado crítico, mas relatórios posteriores indicaram que estavam estáveis, avançaram os bombeiros.

As autoridades não divulgaram as motivações do ataque nem revelaram se o atacante conhecia alguma das três vítimas.

O ataque aconteceu dois dias depois de um homem ter assassinado um cirurgião e outras três pessoas num consultório médico de Tulsa, no estado de Oklahoma (centro-oeste).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG