Atirador que fez cinco mortos na Carolina do Norte é adolescente de 15 anos

O atirador de 15 de anos abriu fogo numa área a nordeste do centro da cidade de Raleigh. As autoridades ainda não forneceram detalhes sobre a motivação dos crimes.

O atirador que matou cinco pessoas num percurso pedestre na capital da Carolina do Norte é um adolescente de 15 anos que foi hospitalizado em estado crítico, anunciou esta sexta-feira a polícia local.

Estella Patterson, chefe de polícia de Raleigh, disse que, na quinta-feira, o suspeito abriu fogo numa área a nordeste do centro da cidade de Raleigh. O jovem esteve a monte durante horas antes de ser encurralado numa casa e detido, segundo a polícia, que não deu pormenores sobre como acabou ferido em estado crítico.

Um outro adolescente de 16 anos e um polícia que não estava de serviço estão entre os mortos.

As autoridades ainda não forneceram detalhes sobre a motivação dos crimes.

O tiroteio ocorreu na quinta-feira por volta das 17:00, hora local (22:00 em Lisboa), ao longo da Neuse River Greenway, pista pavimentada numa zona arborizada de uma área, disse a autarca de Raleigh, Mary-Ann Baldwin.

O tiroteio em Raleigh foi o mais recente de uma semana violenta em todo o país.

Cinco pessoas foram mortas no domingo num tiroteio numa casa em Inman, na Carolina do Sul. Na noite de quarta-feira, dois polícias foram mortos a tiro em Connecticut, depois de aparentemente terem sido atraídos para uma emboscada após uma chamada telefónica relacionada com violência doméstica.

Outros polícias foram atingidos por tiros esta semana em Greenville, Mississippi, em Decatur, Illinois, em Filadélfia, em Las Vegas e no centro da Florida. Dois desses agentes, um em Greenville e um em Las Vegas, acabaram por morrer.

A violência desta quinta-feira foi o 25º. assassínio em massa com armas de fogo em 2022, de acordo com o banco de dados da agência de notícias Associated Press(AP), do jornal USA TODAY e da Universidade de Northeastern.

Cerca de 49 mil pessoas foram mortas a tiro em 2021, contra 45 mil em 2020, nos Estados Unidos, o que representa mais de 130 mortos por dia, dos quais mais de metade se suicidaram.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG