Israel anuncia cessar-fogo em Gaza

Suspensão do conflito será "mútua e simultânea", segundo e entrará em vigor às 00:00 (hora de Lisboa), de acordo com fonte do Hamas, mas o timing é disputado por Israel.

Israel concordou esta quinta-feira num cessar-fogo em Gaza, seguindo proposta do Egito. A suspensão das hostilidades será "mútua e incondicional", segundo comunicado citado pelas agências internacionais.

Minutos antes, fonte oficial do Hamas tinha anunciado que o cessar-fogo teria início às 00:00 de sexta-feira (hora de Lisboa) -- 02:00 horas no local.

Este acordo porá termo a 11 dias de conflitos entre o estado de Israel e militantes palestinos que, segundo os números oficiais, matou 232 pessoas em Gaza e 12 em território israelita.

O anúncio do cessar-fogo era esperado, uma vez que Telavive e o Hamas já tinham anunciado a intenção de chegar a este acordo, apesar dos bombardeamentos na Faixa de Gaza que continuaram durante o dia de hoje e que motivaram uma resposta novamente com recurso a foguetes a partir do território palestiniano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG