4 vinhos rosés para beber com arrozes e massas

As massas clássicas italianas, cozidas al dente e hidratadas por fundos de base de azeite, tomate, alho e majericão gostam genericamente da companhia de um rosé com acidez pronunciada. O pináculo da simplicidade está na famosa massa aglio e olio - alho e azeite - que puxa naturalmente por um frisante ligeiro ou um rosé tranquilo com pouca doçura. Quando vamos para molhos mais condimentados e fortes como o puttanesca - base de anchovas -, já precisamos de vigor a armas de ataque à altura da contenda. Temos ainda a plêiade de massas que levam leite, natas, ou crème fraîche […]

Para saber mais clique aqui: www.evasoes.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG