Exclusivo Os samurais

Autor de Rashomon (1950), obra-prima que reúne versões contraditórias ou complementares de um mesmo evento, Akira Kurosawa realizou ainda outro símbolo do cinema, Os Sete Samurais (1954), cuja mensagem final é a de que todas as vitórias, mesmo as aparentemente mais gloriosas, são de Pirro, se causarem morte e sofrimento.

Os Sete Samurais teve, entretanto, versões aplaudidas e relativamente fiéis ao seu conteúdo, como o western Os Sete Magníficos (1960). Mas a sua forma - o lado épico e guerreiro - tornou-se o marco zero de milhares de filmes de ação, quase todos estúpidos, entretanto criados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG