Aconteceu em 2000 - Queda de Concorde fez 113 mortos em França

O acidente mais mortífero com um Concorde apressou o fim da carreira destes aviões.

O voo durou apenas 80 segundos. A 25 de julho de 2000, o avião supersónico Concordeque realizava o voo Air France 4590, um voo regular de Paris para Nova Iorque, incendiou-se e despenhou-se sobre um hotel pouco depois de descolar do Aeroporto Charles de Gaulle. As 109 pessoas que seguiam a bordo morreram imediatamente, assim como quatro pessoas que se encontravam no hotel. O acidente ocupava praticamente toda a primeira página do DN do dia seguinte.

O avião descolou às 14.43 e instantes depois a torre comunica à tripulação a existência de chamas sob a asa esquerda. Em seguida, a tripulação comunica falha no motor n.º 2. O Concordeprossegue a baixa altitude e comunica que vai tentar fazer uma aterragem de emergência no aeroporto mais próximo, Le Bourget. Mas começa a perder altitude quando a asa esquerda é tomada pelas chamas. Apesar dos esforços dos pilotos, o avião cai sobre um hotel de Gonesse.

As caixas negras foram localizadas quatro horas após o acidente, tendo sido recuperadas todas as informações registadas - tanto a gravação de voz como os dados de voo. Havia ainda um terceiro dispositivo de gravação de dados de voo, não protegido, para utilização de rotina pela Air France e cujas informações foram parcialmente recuperadas.

O relatório final da investigação concluiu que a rutura do tanque ocorreu durante a descolagem, tendo sido causada pelo violento choque de um pedaço de pneu que estourou devido a uma peça de um DC-10 da companhia americana Continental, caída na pista do Aeroporto Charles de Gaulle (o DC-10 tinha descolado cinco minutos antes do Concorde). Logo depois houve perda de potência no motor n,º 2 e em seguida no motor n,º 1. A 6 de dezembro de 2010, a Continental Airlines e um dos seus mecânicos foram condenados pelo acidente e pelas mortes, mas após recurso em 2012 foram ilibados de qualquer responsabilidade criminal.

Outras explicações foram avançadas por vários especialistas, nomeadamente referindo uma distribuição desequilibrada de peso nos reservatórios de combustível e a existência de um trem de aterragem solto. Estes fatores terão levado o Concorde a desviar-se da pista, o que reduziu a velocidade de descolagem.

O Concorde era um avião comercial supersónico de passageiros, produzido entre abril de 1965 e o final de 1978 pelo consórcio formado pela britânica British Aircraft Corporation (BAC) e a francesa Aérospatiale. Os voos comerciais começaram a 21 de janeiro de 1976, operados apenas pelas companhias British Airways e Air France.

Apesar de os aviões Concordeterem alguns pequenos acidentes, este de julho de 2000 foi o mais mortífero. Houve uma ordem para que todos os aviões desde modelo ficassem em terra e foram introduzidas algumas alterações, de forma a tornar o avião mais seguro. O transporte de passageiros foi retomado em novembro de 2001, mas a 10 de abril de 2003 a Air France e a British Airways decidiram, em conjunto, encerrar os voos comerciais do Concorde: a Air France em 31 de maio de 2003 e a British Airways em 24 de outubro do mesmo ano.

O último voo oficial foi realizado pelo avião G-BOAF da British Airways, a 26 de novembro de 2003, para Filton, cidade onde foi produzido o primeiro Concorde.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG