Premium Segundos, Enéas e minutos

"O senhor vê na televisão o programa político eleitoral do presidente, tudo colorido, todos contentes, artistas milionários, se é essa a sua realidade, então vote neles, PT, PMDB, PSDB, PRTB, qualquer P, sempre estiveram juntos, é falsa a briga deles, agora se o senhor não aguenta mais ver menor abandonado na rua, as drogas, os crimes, tudo o que não presta aumentando, se você quiser expulsar para sempre esses patifes do poder, só existe uma opção, 56, o senhor nunca me viu junto com nenhum deles e comigo o senhor vai ficar livre de todos eles, o meu nome é Enéas 56."

Não é difícil ler o parágrafo atrás. Mas experimente fazê-lo em 15 segundos. Essa era a mais notável de todas as virtudes de Enéas Carneiro, o fundador do Partido da Reedificação da Ordem Nacional, PRONA, e candidato a presidente nas eleições de 1989, 1994 e 1998. Nos seus curtíssimos tempos de antena, nos quais falava necessariamente ao ritmo de uma metralhadora, conseguia atacar os rivais, explicar as bases do seu programa nacionalista, populista e conservador e ainda tornar-se identificável graças ao remate "o meu nome é Enéas".

Ler mais

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG