Premium Queiroz, Mourinho, Benítez e agora Sarri. As desavenças entre Ronaldo e os treinadores

Relação entre CR7 e alguns dos seus treinadores nem sempre foi fácil. Primeiras desavenças foram na seleção e no Real Madrid. Agora, depois de o substituir duas vezes seguidas, convivência com Sarri parece não ser a melhor.

Nem sempre foi fácil a relação entre Cristiano Ronaldo e os seus treinadores. Lançado no Sporting em 2002 por Laszlo Bölöni e na seleção no ano seguinte por Luiz Felipe Scolari, o avançado teve em Alex Ferguson um pai futebolístico durante os seis anos que passou no Manchester United. Mas foi já depois de ter vencido a primeira Bola de Ouro e de ter rumado ao Real Madrid que surgiram os primeiros problemas.

A primeira desavença conhecida aconteceu na África do Sul, após a eliminação de Portugal às mãos da Espanha no Campeonato do Mundo de 2010. Um jornalista pediu explicações a CR7 pela derrota da seleção nacional e o avançado remeteu explicações para o então selecionador nacional. "Quer que eu explique? Fale com o Carlos Queiroz", atirou, enquanto passava pela zona mista.

Ler mais

Exclusivos