Quer poupar 200 euros por mês? A resposta vem do Japão

Para isso precisa de um caderno em branco, determinação e organização.

Com a taxa de poupança dos portugueses em mínimos históricos - 4,4% do rendimento disponível das famílias, entre julho e setembro de 2017 - o que representa o valor mais baixo em quase 20 anos -, faz cada vez mais sentido aplicar técnicas simples no dia a dia para aumentar o a fatia do rendimento disponível que não foi despendido em consumo, mas sim consagrado à compra de ativos ou à redução de passivos.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG