Empresas inovadoras receberam prémios Global Mobi Awards

Os prémios para os vencedores da primeira edição dos Global Mobi Awards OK teleseguros 2018, uma iniciativa do Global Media Group e do site Motor24, foram entregues na noite desta quinta-feira na Central Tejo, à margem do Lisbon Mobi Summit.

O júri, presidido por Robert Stussi, constituído por jornalistas, académicos, especialistas em mobilidade e transportes bane como representantes de empresas e associações, atribuiu oito prémios e ainda seis menções honrosas, numa cerimónia que decorreu no contexto da Lisbon Mobi Summit em Lisboa.

Os Global Mobi Awards Ok Teleseguros estão divididos em duas grandes áreas - uma primeira destinada a produtos, veículos e tecnologias e uma segunda destinada a práticas, projetos e organizações do setor da mobilidade.

O prémio Cidades, foi atribuído ao projeto de mobilidade urbana de Cascais (Mobi Cascais), enquanto o projeto para descarbonização dos transportes públicos de Coimbra dos Serviços Municipalizados de Transportes e Urbanismo de Coimbra (SMTUC) venceu o prémio destinado a Empresas/Organizações.

Na categoria Cidadania, o projeto vencedor foi o MUV Fundão, apresentado pela Bag Consulting. No que respeita aos prémios destinados aos produtos, tecnologias e veículos, os vencedores foram: Nissan Leaf (Carro Elétrico), Hyundai Ioniq PHEV (Carro Híbrido e Plug In), UOU Electric Vehicle (Veículo Elétrico Leve), Volvo Pilot Assist (Tecnologia de Apoio) e Nissan e-NV200 (Veículo Elétrico de Frotas).

Foram ainda atribuídas Menções Honrosas aos seguintes projetos: MUV Viseu, Be Águeda (CM de Águeda), Just Drive (Zeev), Lisboa cidade mais sustentável (EMEL), Construção de ciclovia e passagem pedonal na Ponte 25 de Abril (Alma Lisboa) e Ecovoltas solidárias (Ecokart Portugal).

Mais de 40 entidades apresentaram candidaturas nas diversas categorias destes prémios.

Ler mais

Exclusivos

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.

Premium

Rui Pedro Tendinha

O João. Outra vez, o João Salaviza...

Foi neste fim de semana. Um fim de semana em que o cinema português foi notícia e ninguém reparou. Entre ex-presidentes de futebol a serem presos e desmentidos de fake news, parece que a vitória de Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de Renée Nader Messora e João Salaviza, no Festival do Rio, e o anúncio da nomeação de Diamantino, de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes, nos European Film Awards, não deixou o espaço mediático curioso.