Inflação e retoma pressionam fim de juros mínimos, mas Draghi resiste

Desde 2013 que inflação não estava tão alta. 1,8% em janeiro, perto da fasquia psicológica do BCE. Mas são necessárias provas de que é para durar

A inflação da zona euro disparou para 1,8% empurrada pelos preços da energia, ficando assim, pela primeira vez em quatro anos, à beira da meta do Banco Central Europeu (BCE) - "níveis abaixo, mas próximos, de 2% no médio prazo".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG