Impostos estão a impedir recuperação das vendas de cerveja

Cervejeiros de Portugal exigem o congelamento do imposto aplicada à cerveja no OE 2019. Dizem que é "incomportável" que continue a aumentar.

O consumo de cerveja em Portugal cresceu 8% no ano passado, mas está ainda 14% abaixo dos valores pré-crise. Para os Cervejeiros de Portugal, a explicação reside no agravamento fiscal a que a cerveja tem sido sujeita. É que apesar de as vendas estarem 14% abaixo das de 2008, as receitas fiscais que o Estado arrecadou com os impostos especiais sobre o consumo (IEC) foram equivalentes. “A fiscalidade dentro do setor atingiu o pico máximo, é incomportável que possa continuar a aumentar. O setor não aceita menos do que o congelamento do IABA [imposto sobre o álcool e as bebidas alcoólicas] no Orçamento do Estado para o próximo ano”, diz o secretário-geral da associação, Francisco Gírio.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG