Estude a lição antes de pedir crédito à habitação

Quando for aos bancos leve a check list que preparou e não se deixe levar pelos números redondos de campanhas publicitárias.

Ao comparar soluções de crédito à habitação, não se limite às campanhas publicitárias das instituições financeiras. Estas usam números e slogans atrativos para esconder o mais importante. Por exemplo, o uso da taxa anual efetiva bruta (TAEB) é redutor porque não diz tudo. Para comparar as diferentes soluções use a taxa anual efetiva (TAE), o indicador que reflete o custo total do empréstimo. Ou a taxa anual efetiva revista (TAER), que contempla os efeitos da venda cruzada (cross selling). Marta Almeida, diretora coordenadora nacional da consultora DS Crédito, aconselha a pedir o custo real da prestação com e sem cross selling. Pode acontecer que "ficando com um spread um pouco mais alto mas sem produtos associados, o somatório do valor das prestações seja menor".

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG