Sousa Cintra e o caso Rafael Leão: "Provavelmente, vão estragar a carreira ao rapaz"

Em declarações à rádio Renascença, o presidente da SAD do Sporting lamentou a postura do pai do jogador e do seu empresário

Sousa Cintra, presidente da SAD do Sporting, já reagiu ao anúncio da transferência de Rafael leão para o Lille, da I Liga francesa, lamentando a postura do pai e do empresário do jogador neste processo. O jovem, recorde-se, foi um dos jogadores que rescindiu contrato com os leões alegando justa causa.

"Infelizmente, o pai nunca quis falar connosco e o empresário também não. Provavelmente vão estragar a carreira ao rapaz. Ele não tem nenhuma razão para rescindir com o Sporting. Deixou influenciar-se. É pena, é um craque, foi criado no Sporting. É pena que tenha havido esse comportamento perante um jovem de 19 anos", lamentou Sousa Cintra em declarações à rádio Renascença.

O presidente da SAD do Sporting garantiu que fez todos os possíveis para que o jogador regressasse a Alvalade. E apesar de ainda não ter sido notificado oficialmente do acordo entre Rafael Leão e o Lille, já garantiu que os leões vão tomar medidas para defender os interesses do clube, ou seja, avançar com um pedido de indemnização e uma queixa na FIFA.

Rafael Leão foi esta quarta-feira anunciado como reforço dos franceses do Lille. O jovem avançado de 19 anos, que rescindiu unilateralmente com o Sporting no início de junho, assinou contrato válido por cinco temporadas.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.