A Croácia perdeu o mundial, mas a presidente do país apaixonou o mundo

Para apoiar a sua equipa, Kolinda Grabar-Kitarovic viajou em económica e pagou os bilhetes do seu bolso. É já apontada como um exemplo a seguir

Kolinda Grabar-Kitarovic tem 50 anos, é loira e bonita, e a primeira mulher a assumir o cargo de presidente da Croácia. Para além disso, é uma adepta fervorosa de futebol, tendo acompanhado in loco todo o percurso da seleção do seu país, que este domingo ficou em segundo lugar no Mundial da Rússia 2018, depois de ter perdido por 4 a 2 a final frente à França.

A viagem fê-la a título particular, por isso meteu folgas, descontou os dias fora do trabalho do seu ordenado e ainda viajou num voo comercial, tendo pago os bilhetes do seu bolso, como conta a BBC Brasil .

Kolinda partilhou a imagem em que aparece no avião ao lado de vários adeptos, com a legenda "vamos para a vitória". Na altura, a presidente deslocava-se para Nizhny Novgorod onde iria ser disputada a partida entre a Croácia e a Dinamarca, a 1 de julho.

Um dos adeptos que seguia no mesmo voo comentou à agência de notícias Tass, da Rússia: "Ela gosta do desporto, e o que ela está a fazer é algo normal para um presidente. Ela apanhou um voo com pessoas comuns e cumprimentou todos. Eu gosto disso. Somos um país pequeno, mas é como uma equipa."

Não foi só este adepto que gostou da atitude da presidente, que está a encantar várias pessoas em diversas localizações. Por exemplo, no Brasil ela é já apontada na imprensa brasileira como um exemplo daquilo que deviam ser os líderes brasileiros.

Este domingo voltou a dar nas vistas, apesar da derrota da seleção croata. Nem a chuva que caiu torrencialmente na altura da entrega das medalhas e da taça lhe apagou o sorriso da cara.

Aliás, foi precisamente o facto de ter ficado debaixo de chuva intensa, a rir, enquanto não chegava um chapéu-de-chuva para a cobrir - note-se que o primeiro a ser protegido foi Vladimir Putin, depois Emmanuel Macron e só a seguir chegou um chapéu para Kolinda -, que a colocou ainda mais em evidência.

Quem é Kolinda Grabar-Kitarovic

Conservadora, Kolinda Grabar-Kitarovic, do partido União Democrática Croata (HDZ), foi eleita a primeira presidente mulher do país em 2015, com 50,54% dos votos.

Antes de se tornar presidente, Kolinda seguia carreira diplomática, tendo sido embaixadora da Croácia em Washington entre 2008 e 2011, ministra para Integração Europeia e ministra das Relações Exteriores.

Considerada da ala moderada do partido, ela surpreendeu ao declarar, durante a campanha de 2014, que apoiaria os filhos caso assumissem ser homossexuais. Também disse autorizar o uso medicinal de canábis e que a decisão de abortar cabia à mulher.

A presidente é casada e tem um casal de filhos - Katarina, 17 anos, e Luka, de 15. Filha de um talhante, Kolinda tem raízes humildes, o que pode justificar a atitude com que está a seduzir o mundo.

Exclusivos