Benfica no top 30 dos clubes mundiais com mais receita

Os encarnados ocupam o 30.º lugar do ranking da Deloitte pelo terceiro ano consecutivo. É um dos três clubes da lista que não pertence ao grupo das cinco maiores ligas de futebol da Europa

O Benfica é o único clube português a integrar o ranking anual dos emblemas com maiores receitas a nível mundial. O clube da Luz integra este top 30 do estudo da consultora financeira Deloitte referente à época 2017/18, com um total de receitas de 150,7 milhões de euros.

O relatório divulgado esta terça-feira explica que os encarnados mantêm-se na lista apesar de, terem sido eliminados na fase de grupos da Liga dos Campeões. Nesse sentido, destaca que a maior parte dos rendimentos do clube da Luz são obtidos por meios próprios, destacando ainda que a liga portuguesa é das poucas na Europa que não tem os direitos de transmissão televisiva centralizados.

"O Benfica continua a tirar proveito disso através do seu próprio canal de televisão por assinatura e tem impulsionado um forte crescimento comercial nos últimos anos, destacando-se a melhoria dos contratos com a Adidas e a Emirates", pode ler-se no relatório, que ainda destaca "uma astuta política de transação de jogadores", que "tem sido fundamental para que o clube continue a competir entre os clubes que gerem maior volume de receitas a nível mundial".

A Deloitte destaca que o Benfica é, juntamente com Zenit e Besiktas, um dos clubes deste ranking que não faz parte das cinco maiores ligas da Europa: Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França. Contudo, no relatório destaca-se ainda uma advertência quanto ao próximo ano. "O facto de ter sido eliminado pela segunda época consecutiva da fase de grupos da Liga dos Campeões, combinado com o sucesso do FC Porto nessa competição [está nos quartos-de-final], poderá ter impacto na distribuição de receitas da UEFA e, consequentemente, dificultar a capacidade das águias em manterem-se no top 30 no próximo ano."

O Real Madrid é o líder deste ranking com um total de 750,9 milhões de euros de receitas durante a época 2017/18, seguindo-se o Barcelona com 690,4 milhões e o Manchester United fecha o pódio com um total de 666 milhões de euros.

Exclusivos