As imagens do primeiro treino de João Félix no Atlético Madrid

Avançado internacional português foi uma das novidades, a par do reforço brasileiro Renan Lodi, na sessão de treinos dos colchoneros no centro de estágios de Los Ángeles de San Rafael

João Félix treinou-se esta segunda-feira pela primeira vez no Atlético Madrid, naquela que foi a primeira sessão de treinos desta época dos colchoneros no centro de estágios de Los Ángeles de San Rafael.

O jovem avançado internacional português foi uma das novidades do apronto, a par do reforço brasileiro Renan Lodi, lateral esquerdo oriundo do Athletico Paranaense, e de Thomas Lemar e do antigo guarda-redes benfiquista Jan Oblak, que trabalharam pela primeira vez esta época às ordens de Diego Simeone.

Nas imagens disponibilizadas pelas plataformas digitais, João Félix aparece a trabalhar com bola e a fazer alongamentos com o avançado internacional espanhol Diego Costa, que jogou em Portugal ao serviço de Penafiel e Sp. Braga.

João Félix, que este domingo apresentou ao trabalho, será apresentado à imprensa como jogador do Atlético Madrid no Estádio Wanda Metropolitano às 12.00 de Lisboa, horas antes de nova sessão de treinos na cidade desportiva do clube. A cerimónia vai contar com a participação da lenda colchonera e antigo internacional português Paulo Futre e será vedada ao público.

No domingo, em declarações divulgadas pelo canal do Atlético Madrid, o jogador cuja transferência vai custar aos cofres dos colchoneros cerca de 126 milhões de euros deu conta da satisfação por assinar pelo emblema da capital espanhola. "Tive esta oportunidade e agora estou aqui para dar o melhor de mim. É uma equipa que segui muito na Liga espanhola. Vi-a ganhar o campeonato e duas ligas Europa. Vi também as duas finais que acabaram por não ganhar (Liga dos Campeões). Segui sempre a Liga espanhola, inclusive o 'Atleti'", afirmou o jovem internacional português, 19 anos, tendo deixado elogios ao seu novo treinador: "Simeone é um treinador que transmite muita garra à equipa, muita motivação, como já o fazia como jogador. Esse extra, tirando o nosso talento, ajuda-nos depois muito dentro do campo."

Em sentido contrário, o avançado Antoine Griezmann, cuja saída para o Barcelona está dependente do pagamento dos 120 milhões de euros da cláusula de rescisão, deveria ter-se apresentado às 20:30 deste domingo na Cidade Desportiva de Majadahonda, mas não apareceu e está agora sob a alçada disciplinar do clube. "Foi aberto um processo disciplinar e o caso vai ser estudado. Quer comunique, quer não, isso não muda nada. Ele tem contrato com o clube até 2023 e deveria regressar ao trabalho como os outros jogadores", disse um porta-voz do Atlético, citado pela AFP.

Griezmann, que passou as últimas cinco épocas no Atlético de Madrid, ao serviço do qual fez 257 jogos e marcou 133 golos, anunciou em meados de maio que iria deixar o clube mediante o pagamento do valor da cláusula. A camisola que envergava, com o número 7, estará agora na posse de João Félix.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG